fbpx
como vender no whatsapp
Dicas

4 dicas de como vender no WhatsApp

Independente da faixa etária, o WhatsApp é um sucesso absoluto quando se trata das redes sociais. E como tal, devemos dar a ele a justa importância, principalmente quando se trata de ações de marketing, como vender no WhatsApp, por exemplo.

E justamente por ser um dos aplicativos mais utilizados em nossa rotina, as principais ações relacionadas às vendas do seu negócio, devem levar em consideração a sua existência. Afinal, já sabemos que grande parte da nossa comunicação se dá por ele. 

Por isso, siga nessa leitura com a gente e confira as nossas sugestões sobre como vender no WhatsApp.

1. Utilize o WhatsApp Business

Sabendo da necessidade de seu público pelo desejo de organizar e promover vendas através do aplicativo, foi desenvolvido o WhatsApp Business, que é voltado justamente para as necessidades da empresa.

Uma coisa bacana sobre ele é que você pode programar mensagens automáticas e ter avaliação de métricas, Além disso, você pode usufruir dessas e outras vantagens sem custo, pois o serviço é gratuito.

2. Cronograma de envios

Se comunicar com os clientes é fundamental, e por isso mesmo, é interessante pensar nos envios de mensagens. Deve conter um equilíbrio perfeito, para que o seu comprador tenha interesse em receber as suas mensagens, sem maiores incômodos.

Para isso, avalie os tipos de públicos que sua empresa possui e envie conteúdos uma a duas vezes na semana contando sobre suas promoções e conteúdos que envolvam o seu negócio.

3. Use gatilhos mentais

Todas as estratégias de marketing devem conter essa tática, porque através delas você consegue se conectar com o seu público. Avalie como aplicar ideais que envolvam a sensação de urgência e escassez para gerar um maior interesse.

Uma boa forma de fazer isso é indicando que o seu produto e/ou serviço está sujeito ao estoque e por isso, podem se esgotar. Outra opção é indicar o tempo que a promoção ficará disponível.

4. Listas de transmissão

Essa funcionalidade é certamente uma dica valiosa quando se trata de aprender como vender no WhatsApp. Ela consiste na criação de uma lista com vários contatos, no entanto, diferente dos grupos, que podem gerar incômodo, a lista envia mensagem a várias pessoas de forma individual.

O que é muito bacana, visto que os clientes continuam com a sensação de exclusividade e não são inseridos em grupos sem o seu consentimento. 

Na hora de elaborar as mensagens, se coloque no lugar do cliente e crie conteúdos que atraiam a sua curiosidade, usando os gatilhos mentais e se comunicando de maneira leve, sem ser tão impessoal.

Por fim, como uma dica bônus, peça o feedback para os seus clientes. Nada tão bacana quanto os consumidores entenderem que sua opinião é válida e será ouvida.

 Isso vai te aproximar do consumidor, criar vínculos e a chance de que ele te indique para outra pessoa à medida que você estreita essa relação, é ainda maior.

Gostou das nossas dicas? Já sabia como vender no WhatsApp? Se curtiu as nossas sugestões e quer ficar por dentro do nosso conteúdo, não deixe de seguir a EyAgencia! Siga-nos no Instagram e no Facebook.

Leia mais
google ads
Dicas

3 dicas para criar campanhas no Google Ads

Para um bom resultado, as estratégias de marketing digital devem estar super alinhadas. E para que isso aconteça, as suas redes sociais devem estar em dia. E claro, não depender apenas de um canal é fundamental. As campanhas do Google Ads também fazem parte deste pacote.

A EyAgência preparou neste artigo, dicas importantes para que você fique por dentro das informações relevantes sobre as campanhas no Google Ads. Com isso bem feito, a sua empresa pode alcançar resultados fantásticos!

Continue a leitura conosco e confira.

O que é o Google Ads?

Plataforma de campanhas pagas do Google, o Ads ainda é conhecido por muitas pessoas pelo seu antigo nome, o Google Adwords.

Por lá, é possível elaborar campanhas selecionando o seu público através de palavras-chave e escrevendo anúncios e realizando o pagamento. Com isso feito, o seus anúncios aparecerão para os usuários que buscarem as palavras-chave definidas.

O funcionamento do Google Ads é muito semelhante ao de um leilão. Isso porque a aparição dos anúncios depende de dois fatores: a qualidade do anúncio criado e o quanto a empresa está disposta a pagar por um clique.

Ou seja, saber fazer campanhas no Google Ads é fundamental para que o resultado seja satisfatório.

Aprenda com 3 dicas como fazer campanhas no Google Ads

1. Saiba quais são os seus objetivos

Definir bem o seu objetivo é o primeiro passo de qualquer campanha, não é mesmo? Até porque somente através das metas bem alinhadas será possível entender como alcançar aquilo que você quer.

Assim, sua análise de resultados será mais precisa porque você sabe como conquistar aquilo que se propôs a partir de boas definições. Isso implica em entender bem o seu negócio, o quanto conquista hoje e o quanto quer conquistar daqui a três, seis meses e um ano.

Dessa maneira, você saberá o quanto investirá em dinheiro e por quanto tempo deixará a sua campanha no ar, por exemplo.

2. Saiba quem é o seu público e conheça os seus concorrentes

Qual público sua empresa quer atingir? É muito importante entender o que essas pessoas procuram, quais as tendências delas e de que forma costumam chegar até o seu serviço. Ter essa reflexão vai te ajudar a elaborar campanhas no Google Ads de maneira assertiva.

E claro, esteja atento ao que os concorrentes estão fazendo e observe se são boas campanhas, o que você pode aprender com isso e como destacar o que a sua empresa oferece diante dessas informações.

3. Boa escolha de palavras-chave é fundamental

Essa é a dica mais importante, porque é através dela que o seu público vai te achar. Logo, de nada adianta investir em palavras-chave que não possuem um volume de pesquisa atraente, certo? Afinal, é essencial que as pessoas certas façam essas buscas.

Faça uma lista com as palavras-chaves que você acredita que o seu público busca e que tenha a ver com o seu produto, e confirme sua hipótese através de uma pesquisa. 

Você pode fazer isso de forma simples, pois hoje existem sites gratuitos que oferecem insights sobre o volume de pesquisas de palavras-chave no Google.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as campanhas no Google Ads, consegue perceber que nem sempre é uma tarefa fácil, não é mesmo? Por isso, contar com profissionais especializados é muito interessante para o seu negócio.

A EyAgencia pode te ajudar! Entre em contato conosco agora mesmo para ter um projeto completo e aplicado da melhor forma possível, com as soluções que a sua empresa precisa.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Você sabe definir o seu público alvo?

Não defina seu público apenas com base em sexo, idade e região, mas também quais as dores dessas pessoas, se elas têm filhos, se são casadas, sua profissão, condição financeira, escolaridade, qual horário acessam a rede social e etc. Entre no seu perfil do Instagram pelo celular, clique nas 3 linhas do canto superior direito -> insights -> seu público, e descubra que tipo de pessoa mais acessa o seu perfil.

Leia mais
Consultoria E-commerce

O impacto do frete

Na hora de comprar um produto na internet, muitos fantasmas são vencidos. A dúvida se o produto condiz com o anúncio, a credibilidade de quem o vende, as formas de pagamento… são muitas questões, observadas pelo cliente que visita sua loja virtual.

Porém, um dos maiores entraves para a conclusão da venda vem a seguir: o frete.

O impacto do frete

Uma pesquisa indicou que 90% dos consumidores já deixaram de comprar um determinado produto, por causa do valor do frete.
Dependendo da distância e da região, a compra pode sair mais cara do que em lojas físicas. 

Em muitas lojas virtuais é comum observar frete grátis para regiões do sul e do sudeste. A região norte e nordeste possuem poucas ofertas de frete grátis e o valor é mais caro, quando comparado com outras regiões.
Uma das explicações para isso é que estas regiões ficam distantes dos centros de distribuição.

Os preços, no comércio online, são competitivos. Por isso é comum ver produtos que custam um valor na loja física e outro valor – bem mais barato – na loja virtual. Com um ponto: ambos na mesma loja.
Ocorre que o frete, dependendo do valor, impacta no valor final. E daí a desistência.

Como mudar esta visão?
Quais artifícios você pode usar, para que o seu cliente finalize sua compra e goste da experiência?
Vem que a gente te conta!

Frete Grátis

O frete grátis é uma das opções mais certeiras, claro, ocorre que ela deve ser feita de modo a beneficiar o lojista e o consumidor.
Algumas lojas colocam o preço do envio de acordo com a região ou a partir de um determinado valor.

É interessante a questão do frete acima de X valor. Em muitos casos o comprador opta por colocar mais produtos no carrinho, para conseguir o frete grátis. Em muitos casos vale super a pena.

Outras formas de frete

Muitas lojas virtuais têm como opção de transporte do produto os Correios e transportadoras de forma geral.
Para driblar os preços, uma solução é optar por outras formas de frete.
Então, pode-se usar motoboy, carro próprio ou o que mais vier.
Isto, quando o comprador reside na mesma área que o estoque da loja.

Retirada na Loja

Uma outra forma de driblar o frete é oferecendo a retirada em loja.
Assim, esta modalidade ajuda em dois fatores: a entrega do produto grátis e a confiança de saber que comprou em um local que existe fisicamente.
Inclusive, muitas pessoas preferem esta modalidade de frete. Mesmo em se tratando de compra em lojas virtuais.

Contudo esta modalidade fica restrita a lojas que possuem atendimento físico.

Programas de Fidelidade

Grandes lojas da internet resolveram criar um programa para baratear o frete. Funciona assim: você escolhe um plano de assinatura e paga um valor mensal.
A vantagem para quem compra o plano é saber quanto irá pagar ao final da compra.

A vantagem para quem oferece, é ter um cálculo mais aproximado de sua receita.

Entretanto esta opção é bastante interessante para pessoas que compram com certa frequência em determinada loja virtual.
Assim, é importante que você avalie o que irá oferecer.
Ele será um fator decisivo para compra e ainda é um dos temas mais debatidos no comércio eletrônico.

Já conhece o nosso site? Clique aqui e seja direcionado.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Comércio eletrônico: como tornar seu produto chamativo?

O comércio eletrônico vem sendo descoberto pela grande maioria das pessoas.
Com a pandemia, muitos tiveram que ceder e utilizar a internet como maneira de sobreviver a lojas físicas fechadas.

Uma outra parcela teve que ceder, ao comprar seu primeiro produto.
É sabido que, para muitos, comprar na internet não é algo simples e que é preciso haver confiança.
Segundo a NZN Intelligence, 74% dos consumidores preferem comprar na internet. Porém, para contrastar com isto, 26% preferem comprar no estabelecimento físico. Além disso, destes 26%, 40% deles não compram por falta de confiança (para expor seus dados bancários). Os outros têm medo que o produto não seja enviado, que haja enganação por parte do pagamento e, por fim, os que têm receio que os preços não sejam tão bons assim.

Fato relevante é que estas más impressões poderiam ser contornadas ou, ao menos, suavizadas com uma página convidativa e com um produto que informe tudo o que o consumidor precisa.

A segurança pode ser construída basta apenas que uma chance seja dada e esta chance só virá, se a sua loja virtual transparecer isto.

Um layout convidativo: um destaque no comércio eletrônico.

O início da loja virtual se dá pela sua home.
Ali estarão todos os produtos que merecem destaque, seja por uma determinada categoria em promoção, seja pelos produtos em lançamentos ou, ainda, pelos produtos mais conhecidos.

Os preços devem ser atraentes, são eles que terão o poder de fazer com que o consumidor permaneça, ou não.
A maioria de nós já fica desanimado quando entra em uma loja virtual e percebe que os valores estão bem acima daquilo que você planejou.

A barra de busca

Quanto mais informações forem disponibilizadas para um determinado produto, maiores serão as chances de encontrá-lo no seu site. É importante que a barra de busca esteja em local visível e que ela tenha inúmeras possibilidades de pesquisa.

Em alguns sites, esta barra vem com a função de auto preencher, então você inicia escreve o nome do produto e o sistema auto completa com as opções cadastradas em seu site.
Use palavras chaves certeiras para que a função seja a mais completa possível.

Enfim, a melhor apresentação para o comércio eletrônico

Uma vez na página do produto, é importante dar atenção aos seguintes detalhes:

Foto

A foto do produto deve ser bem definida. Dê preferência para fotos reais do seu produto, evite buscar fotos na internet – até porque elas possuem direitos autorais, em sua maioria.
Tire fotos com uma câmera de boa qualidade e com boa iluminação. Outro ponto importantíssimo é: tire as fotos de diversos ângulos e acima de tudo: seja honesto.
Muitos comerciantes tiram fotos de seus produtos, usando alguns ângulos que dão a impressão do produto ter um tamanho, por exemplo, bem maior que o que de fato tem.

Opções

Procure ser claro quanto as opções daquele produto.
Lembre-se que a compra é feita via comércio eletrônico e todas as informações devem estar disponíveis
Informe as cores e tamanhos disponíveis. As dimensões, o peso… procure deixar seu cliente informado ao máximo, lembre-se que a compra na internet muitas vezes é feita às escuras.

Informações

Este ponto é crucial para a compra do seu produto.
Coloque todas as informações pertinentes ao produto,além das informações técnicas, informe o tempo de garantia, se existe algum tipo de pós compras… enfim, procure deixar tudo claro para que seu cliente se sinta seguro e compre sem maiores hesitações.

Fiquem ligados porque em breve falaremos sobre como o frete impacta nas suas vendas.

Já conhece o nosso site? Clique aqui e seja direcionado.

Leia mais
Consultoria E-commerce

O comércio eletrônico e a pandemia.

O comércio eletrônico ganhou notoriedade  nos últimos anos, porém nem todos os comerciantes aderiram à novidade.
Mesmo assim, em 2019 o comércio eletrônico faturou cerca de R$ 75,1 bilhões, com uma alta de 22%em relação ao ano anterior (sem contar a inflação), os dados são da NeoTrust.

Ocorre que em meio a tudo isso veio uma pandemia, situação – até então – vivida somente nas aulas de história e com ela a recomendação: distanciamento social.
Assim todos foram pegos de surpresa, inclusive pequenos e grandes empreendedores.

O distanciamento impôs uma nova forma de vender e, para muitos, o comércio eletrônico foi a solução.

O papel do comércio eletrônico

Segundo a Revista Época, desde o início da pandemia, na comparação de abril com o mês anterior, março, o volume de vendas via comércio eletrônico teve um aumento de 30%.
O comércio ganhou cerca de 4 milhões de novos clientes.

Ademais, dentro deste cenário, algumas áreas fizeram mais sucesso.
Um levantamento da Konduo apontou que as áreas que mais cresceram foram:

. Brinquedos – com um aumento de 643%

. Supermercados – com um aumento de 448%

. Artigos esportivos – com um aumento de 187%

. Farmácias – com um aumento de 74%

. Games Online  – com um aumento de 58%

. Entregas – com um aumento de 55%
A Compre&Confie estima que haverá um aumento de 20% nas vendas pelo comércio eletrônico, em relação ao ano de 2019.
Os números são expressivos, porém a urgência e  a necessidade impuseram que tanto consumidores quanto lojistas tivessem familiaridade com a ferramenta

Comércio eletrônico: use a seu favor

Se olharmos mais uma vez, os setores que tiveram crescimento em meio a pandemia, notamos que o que todos eles têm em comum é: suprir a necessidade do momento.

E o que aprendemos com isso?
Alguns negócios só terão sucesso em meio a crise se entenderem que, mais que produtos, eles resolvem necessidades. Ele oferece escolha e “acalento” em tempos incertos.

Ora, os brinquedos suprem a necessidade de pais e filhos, em amenizar o período.
Assim, supermercados, farmácias e entregas online vieram das necessidades básicas, aquelas que não dá pra abrir mão.
Artigos esportivos ganharam um espaço maior ao sol por conta das academias, clubes e crossfits fechados.
E,por fim, os games online trazem um combo infalível: companhia (pois muitos jogadores jogam em grupos) e diversão.

Aquele empresário que entender que o seu produto ajuda e agrega a necessidade, terá a receita certa para o sucesso.

Quebra de paradigmas

Bem maior que a necessidade, é a quebra de paradigmas, é ter que aceitar algo que, até então, era impensado e mais: em muitos casos todo esse processo aconteceu de modo instantâneo, portanto tanto para lojistas quanto para compradores, o aprendizado precisou correr contra o relógio.

Uma certeza é fato, o comércio eletrônico abriu horizontes e potencializou resultados.
Muito se fala que após a pandemia surgirá uma forma de viver, e uma das coisas que certamente irá continuar dentro do novo contexto é o comércio eletrônico.

Conheça nosso site e deixe-nos ajudar a montar o seu negócio.

Leia mais
Dicas

Dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site

Índice [Ocultar]

SEO é uma ferramenta de otimização que visa a classificação das paginas de busca do Google. Utilizando técnicas e estratégias especificas, faz que seu site cresça na classificação de buscas na web. Possibilitando mais trafego em seu negócio. Contudo, para aqueles que querem maior publico a sua empresa, não basta só estar presente na internet. Tenham em mente que você precisa seguir algumas dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site. Portanto, fazendo que alcance as primeiras páginas do Google. Seguindo as dicas e fazendo um SEO excelente, você tem mais chances de ter um maior desempenho ao seu site. Com a concorrência digital aumentando cade vez mais, você deve se manter sempre atualizado. Pois então, veja algumas das nossos dicas a baixo!!

Conteúdo para o SEO

Apresente um conteúdo de qualidade em seu artigo, uma das dica mais importante no SEO. Portanto, desenvolva um texto de no mínimo 300 a 500 palavras. Lembrando que o conteúdo tem que ser relevante ao seu título. Contudo, tenha um artigo versátil de fácil leitura. Mas sempre visando a busca do leitor referente ao titulo. Assim ele permanecera em seu site, o que eleva sua classificação no Google. Procure não cometer erros ortográficos, também escreva o mais legível possível.

Palavra-Chave no Desenvolvimento 

Ter a Palavra-Chave no titulo e URL do artigo, ajuda ao leitor a identificar o conteúdo. Entretanto produza um texto que apareça no mínimo três vezes sua Palavra-Chave. Faz que o Google entenda que sua Palavra-Chave é a mais relevante na página. Porém, cuide para não se exceder ao aplicar a Palavra-Chave, caso contrario o Google pode identificar como spam. Sendo assim, faz que perca relevância na web. Portanto siga cuidadosamente as dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site.

Imagens e legendas 

Ilustre ao longo do artigo imagens referente ao assunto. Realizando essa dica você pode conquistar o leitor por apresentar um artigo dinâmico deixando mais claro o assunto. Importante saber que ao por uma imagem em seu artigo, você pode estar botando sua palavra-chave em seu título e subtitulo. Importante lembram que é uma dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site.

Descrição do Post

A descrição do post, podemos se referir á ela como uma brevia do artigo que é exibida a baixo do titulo nos resultados de busca do Google. Pois bem, ela deve ser um resumo curto com um máximo de 160 caracteres, mas que mostre com clareza o que se fala no post ou artigo apresentado. Além de deixar mais claro o tema do seu artigo, a descrição faz que chame mais atenção do publico-Alvo.

Adicione links ao texto

Outra dicas importante de se ressaltar é sobre incluir links de seu site no decorrer do desenvolvimento do artigo. Que no entanto, ajuda a ganhar mais acesso as suas paginas internas, além de influenciar na classificação das informações contidas na pagina.

Leia mais
DESIGNED BY EyAgencialogo
Back to Top