Escolher as melhores palavras-chave de SEO é um desafio e tanto. Todo redator precisa se preocupar com a pesquisa, montagem, redação, edição e revisão do conteúdo criado, certo? Mas, mais do que isso, as técnicas de SEO potencializam o conteúdo de tal forma que, no final das contas, suas relevância para o Google é o que mais importa.

Mais de 50% dos compradores usam o Google para pesquisar sua compra antes de fazê-la. O gigante do mecanismo de busca leva essas frases de busca ou palavras-chave de SEO para encontrar resultados relacionados. E se o seu negócio não se classificar na primeira página, você não terá muito tráfego.

Imagem Freepik

Então, como você escolhe as palavras-chaves certas para melhor converter o tráfego?

Quais palavras-chave funcionam melhor para seu negócio? Como você pode ter certeza? Você pode fazer tudo por conta própria?

Este artigo analisa a escolha das palavras-chaves certas para SEO e quando você precisa de uma agência de SEO para ajudar.

Você aprenderá sobre os tipos de palavras-chave de SEO e como encontrar os termos mais eficazes. Então você descobrirá como refinar essas frases e usá-las dentro de suas páginas de destino.

O objetivo é conduzir um volume maior de tráfego direcionado ao seu site. Se você quiser saber como, leia nossas 7 dicas para escolher as palavras-chave certas abaixo.

  1. Analisar a intenção de busca
    A intenção de pesquisa ajuda a identificar quais palavras-chaves selecionar com base no porquê das pessoas pesquisarem. Elas estão divididas em três categorias:

Navegação – o usuário quer encontrar outra página web
Informativo – pesquisar um tópico
Comercial – desejo de fazer uma compra
Para escolher as palavras-chave de SEO certas com os melhores resultados, você precisa pensar como seu cliente.

Pesquisas como “compre aquecedor de água de baixo custo” são muito diferentes das consultas de “aquecedor de água quebrado”. Uma é uma frase-chave comercial e a outra é informativa.

Idealmente, você deve oferecer conteúdo sobre as três áreas com o objetivo de completar sua chamada para ação (CTA). Suas palavras-chaves terão como alvo diferentes páginas de destino ou páginas da web dedicadas a essas frases de busca.

No caso de buscas informativas, você deve fornecer algum conteúdo único relacionado a essa frase.

Os artigos do blog são excelentes para este tipo de busca e podem conter várias frases-chaves. Naturalmente, você precisa vincular esse conteúdo às páginas de seus produtos ou formulários de contato.

As intenções comerciais ou transitórias são as mais fáceis de focar, mas também são altamente competitivas. É por isso que contratar uma agência de SEO para escrever sua cópia pode ajudar a combinar suas palavras-chaves quando o Google rastreia seu site.

  1. Entenda os tipos de palavras-chaves
    Antes de mergulhar na pesquisa por palavras-chaves, pense nos três tipos diferentes.

Palavras-chaves de cabeça
Palavras-chaves do corpo
Palavra-chaves “Cauda Longa”
As palavras-chaves de cabeça são uma ou duas palavras de comprimento e retornam uma montanha de resultados de busca. Pense em “cartões de aniversário” que o Google combina com um total de 1,17 bilhões de páginas.

As palavras-chaves do corpo são um pouco mais longas, geralmente de duas a três palavras. O Googling ‘cartões de aniversário da mãe’ exibe agora 3 milhões de resultados.

Frases de rabo longo são quatro palavras a mais. Elas produzem resultados focalizados e a maioria das pessoas aprendeu a usá-las durante a pesquisa.

Como você pode adivinhar, é muito difícil classificar bem as palavras-chaves de cabeça. No entanto, é mais fácil e mais produtivo concentrar-se na cauda longa.

  1. Ferramentas do Planejador de Palavras-Chaves
    Uma das melhores dicas para escolher as palavras-chaves certas é saber onde começar sua pesquisa.

A ferramenta Keyword Planner do Google é uma ferramenta gratuita para ver quais palavras-chaves funcionam e quais não funcionam.

Você pode acessá-la dentro da plataforma Google Ads. Mas não crie um anúncio PPC. Basta criar uma conta e depois usar o planejador para inserir uma frase-chave.

Os resultados mostram quantas pessoas pesquisaram por essas palavras-chave de SEO ao longo do tempo. O serviço também exibe as frases relacionadas com as contagens de tráfego associadas.

Você pode adicionar as frases que funcionam bem ao seu plano de publicidade. Esta lista é útil para agrupar palavras-chaves relacionadas para usar dentro de sua estratégia SEO.

Se você quiser uma alternativa à oferta do Google, então experimente o Moz Explorer.

Digite uma palavra-chave ou endereço web e crie sua conta gratuita para até 10 consultas. O serviço fornece métricas de volume mensais e como será difícil classificar para essa palavra-chave.

É um relatório detalhado que inclui uma análise SERP e um CTR orgânico.

Se essas frases não significarem muito, não se preocupe. Usando a agência SEO certa protegerá você da conversa tecnológica e irá direto ao que é necessário.

  1. Refine suas palavras-chave com LSI
    Latent Semantic Indexing ou LSI é uma forma complicada de dizer associação de palavras.

O Google utiliza o LSI para produzir resultados relacionados através do contexto. Em outras palavras, o mecanismo de busca tenta entender o que você quer dizer através de suas palavras-chaves.

Para demonstrar isso, vá até o Google e comece a digitar uma frase.

O menu autocompletar exibe resultados com base em suas palavras-chaves. Mas à medida que você continuar digitando, essas frases mudarão. Isso porque o Google identifica outras possibilidades à medida que sua busca de cauda longa cresce.

As buscas de relações também serão exibidas na parte inferior da tela.

Use estas palavras semânticas ou associadas para refinar sua lista de palavras-chaves. O Google identificou-as como importantes, portanto, use-as em seu benefício.

  1. Analisar a concorrência
    Outra ótima maneira de descobrir as melhores palavras-chave é através dos websites de seus concorrentes.

Ferramentas como SEMRush ajudam a analisar o tráfego em qualquer website, inclusive de sua concorrência. Use-o para entender sua posição no ranking. Depois, utilize essas descobertas para ajudar a moldar sua própria estratégia.

No entanto, a SEMRush não é gratuita.

É por isso que muitas empresas contratam uma empresa de SEO para fazer esta pesquisa para eles. Não apenas recebem esses relatórios, mas a agência de SEO faz o trabalho duro por eles.

  1. Palavras-chave e Meios de Comunicação
    A adição de palavras-chave ao seu conteúdo requer uma habilidade especial. No entanto, muitos sites parecem inserir palavras-chave em seu conteúdo e esperar pelo melhor.

O Google visa ativamente páginas cheias de spam e ou as remove ou as classifica extremamente baixas.

É essencial obter a mistura certa de palavras-chave e frases relacionadas em sua cópia de texto. Caso contrário, todo o seu trabalho árduo é uma perda de tempo. Além disso, combinar a imagem certa com a palavra-chave certa pode resultar em um enorme salto na classificação.

SEO é uma boa cópia do website, blogs e artigos, que ajudarão seu website a se classificar e ler bem. Isto é algo que precisa estar certo desde o início.

  1. Link com a landing page
    Você precisa otimizar suas landing pages para criar um link com sua seleção de palavras-chaves, caso contrário, elas não funcionarão.

As páginas de aterrissagem exibem conteúdo direcionado, por isso é importante que você as otimize para estabelecer um link com sua seleção de palavras-chaves. Suas palavras-chaves escolhidas caberão no título da página, nos cabeçalhos e nas etiquetas de imagem alt. Tudo sobre elas deve estar relacionado com as palavras-chaves que você deseja classificar.

Tenha em mente sua página de destino ao escolher as palavras-chaves – não apenas o Google classificará sua página mais alto, mas uma página de destino otimizada atuará como o ponto de partida para uma venda ou liderança.

Avalie post