fbpx
Consultoria E-commerce

Vincular o Instagram com sua Fan Page

Sua empresa não está no Instagram? você precisa criar agora um perfil na rede social que tem como seu forte a imagem, lojistas de diferentes segmentos já estão gerando conversão no Instagram, saiba como vincular o Instagram em seu Facebook.

Agora se você tem o perfil no Instagram, é muito importante seguir com campanhas de marketing na rede social, seu concorrente com certeza deve estar vendendo no Instagram! veja como é simples de vincular em sua conta do Facebook – Fan page.

Para vincular o Instagram com sua Fan Page.

1 – Instale o aplicativo de Feed Instagram, clicando aqui e autorizando em sua pagina.

2 – Escolha sua pagina para inserir o Instagram Feed e clique em ADD INSTAGRAM FEED TAB.

3 – Faça login no Instagram que deseja vincular na sua fan page.

4 – Logo em seguida, o aplicativo atualizará automaticamente suas imagens do Feed Instagram em sua fan page.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Diferença entre Marketing Digital e Marketing Tradicional

Primeiro de tudo para entendermos a diferença entre Marketing Digital e Marketing Tradicional, é importante entendermos o que é marketing. Muitos confundem essa emissão de comunicação a publicidade. Contudo, são áreas distantes uma da outra. Portanto, publicidade procura a construção de um classificação a imagem da marca. O marketing por si só, se mostra o principal parceiro da área de vendas. Com recursos, ele é essencial na elaboração de estrategias para vendas, considerando o publico-alvo. O objetivo do marketing é gerar valores satisfatórios para o cliente, gerando lucros para ambos os lados. No caso de um gestor de marketing suas atividades exerce um campo bastante grande. Vem desde a definição de estratégia até o estudo do mercado, como vendas, pós-venda e publicidade etc… Para aqueles que estão entrando no mercado do marketing. Nesse artigo tentaremos esclarecer um pouco sobre a diferença entre Marketing Digital e Marketing Tradicional.

Marketing Digital:

No entanto, com pouco tempo no mercado o marketing digital vem tendo bastante crescimentos, em grandes principalmente em micro empresas. Pelo fato de ser feito online o marketing digital tem muita relevância na adaptação das necessidades da empresa. Portanto, com o a internet cada vez mais presente em nossas vidas. O marketing digital vem trabalhando com as principais características que conectam o publico a empresa. Alcançando cade vez mais publico o marketing digital ajuda a alcançar publico muito mais distante. Sempre de forma direta, e no seu devido tempo. O digital avança junto com o avanço da internet e os conteúdos que ela oferece, por blog e redes sociais. Além do ser muito versátil com bastante recurso. Ele não exige um orçamento alto, podendo ser feito por empresas de todos os portes.

Sendo assim, podemos ver uma das diferença entre Marketing Digital e Marketing Tradicional. Além de ser uma plataforma de fácil acesso, e um custo baixo. Ganha cada vez mais espaço no mercado com as micros empresas. Oferecendo mais conteúdo ao publico por um preço mais baixo do que o marketing tradicional. Podendo ser exercido pelo próprio proprietário da empresa.

Marketing Tradicional:

O tradicional tem seus métodos de comunicação associada. Comunicações de jornais, outdoors, televisão, rádio entre outros. São alguns dos exemplos do marketing tradicional, que se passa geralmente na interrupção de alguma atividade exercida de seu interesse. Com o intuito de passar uma mensagens do produto ou campanha. Mas correm o risco de não passar a mensagens na hora certo. Fazendo que o consumidor não preste a atenção ou não se interesse pela mensagem.

Isto acaba fazendo parte de um funcionamento interno da empresa com influencia dos colaboradores. Por conta da ajuda de publicidade e do marketing direto, envolvendo o cliente final. Portanto, esse marketing direto trabalha com matérias físicos como jornais, folhetos ou algo do tipo. Porém, essa ferramenta acaba saindo com custo bastante alto. Contudo, não deixa de ser um complemento para qualquer tipo de marketing. Tendo conhecimento de seu publico, sabendo buscar nos lugares certo, só tem a somar para sua empresa.

Conheça mais sobre nossos serviços, acessando nosso site EYAgência.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site

SEO é uma ferramenta de otimização que visa a classificação das paginas de busca do Google. Utilizando técnicas e estratégias especificas, faz que seu site cresça na classificação de buscas na web. Possibilitando mais trafego em seu negócio. Contudo, para aqueles que querem maior publico a sua empresa, não basta só estar presente na internet. Tenham em mente que você precisa seguir algumas dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site. Portanto, fazendo que alcance as primeiras páginas do Google. Seguindo as dicas e fazendo um SEO excelente, você tem mais chances de ter um maior desempenho ao seu site. Com a concorrência digital aumentando cade vez mais, você deve se manter sempre atualizado. Pois então, veja algumas das nossos dicas a baixo!!

Conteúdo para o SEO

Apresente um conteúdo de qualidade em seu artigo, uma das dica mais importante no SEO. Portanto, desenvolva um texto de no mínimo 300 a 500 palavras. Lembrando que o conteúdo tem que ser relevante ao seu título. Contudo, tenha um artigo versátil de fácil leitura. Mas sempre visando a busca do leitor referente ao titulo. Assim ele permanecera em seu site, o que eleva sua classificação no Google. Procure não cometer erros ortográficos, também escreva o mais legível possível.

Palavra-Chave no Desenvolvimento 

Ter a Palavra-Chave no titulo e URL do artigo, ajuda ao leitor a identificar o conteúdo. Entretanto produza um texto que apareça no mínimo três vezes sua Palavra-Chave. Faz que o Google entenda que sua Palavra-Chave é a mais relevante na página. Porém, cuide para não se exceder ao aplicar a Palavra-Chave, caso contrario o Google pode identificar como spam. Sendo assim, faz que perca relevância na web. Portanto siga cuidadosamente as dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site.

Imagens e legendas 

Ilustre ao longo do artigo imagens referente ao assunto. Realizando essa dica você pode conquistar o leitor por apresentar um artigo dinâmico deixando mais claro o assunto. Importante saber que ao por uma imagem em seu artigo, você pode estar botando sua palavra-chave em seu título e subtitulo. Importante lembram que é uma dicas de SEO para melhorar o ranking do seu site.

Descrição do Post

A descrição do post, podemos se referir á ela como uma brevia do artigo que é exibida a baixo do titulo nos resultados de busca do Google. Pois bem, ela deve ser um resumo curto com um máximo de 160 caracteres, mas que mostre com clareza o que se fala no post ou artigo apresentado. Além de deixar mais claro o tema do seu artigo, a descrição faz que chame mais atenção do publico-Alvo.

Adicione links ao texto

Outra dicas importante de se ressaltar é sobre incluir links de seu site no decorrer do desenvolvimento do artigo. Que no entanto, ajuda a ganhar mais acesso as suas paginas internas, além de influenciar na classificação das informações contidas na pagina.

Leia mais
Consultoria E-commerce

WordPress para seu blog

Muito das vezes as pessoas acabam errando ao criar seu blog, por usar uma plataforma não adequada. Basta escolher a melhor plataforma que atenda todas suas necessidades, tanto de utilização como de alteração. WordPress para seu blog alem de sua instalação simples, rápida e grátis com sua ferramenta CMS (Content Management System) que torna muito mais simples o processo de criação do blog. Tem possibilitado um gerenciamento de conteúdo de forma eficaz, sem precisar ter conhecimento de programação. Contudo, também tem um sistema de código aberto para alteração de códigos fonte, bastante útil no caso de grandes personalizações. WordPress considerado um dos mais usados no mundo, com cerca de 18% dos sites feitos com WordPress. Você pode estar desenvolvendo um blog em poucos minutos, trabalhar tranquilamente com o menu versátil que ele oferece, tudo isso necessitando apenas de uma hospedagem de suporte PHP e MySQL  para funcionamento.

Menu Plugins

Uma das características bacanas é o menu Plugins que da liberdade para instalação de outras funcionalidades e recursos na incrementação de seu blog. Por exemplos, instalações de plugin de cadastro, avaliação, slides de fotos entre outros. Com WordPress não é preciso criar formulários HTML, você tem opção de fazer a busca no menu Plugins, de acordo com o Plugins que você precisar, baixar, ativar e realizar as configurações de acordo. A diversos Plugins de diversas especificações com muitos deles gratuitos, mas também você pode estar contratando os pagos para um serviço vip. Caso não tenha o Plugin desejado, você pode estar criando Plugin e importá-lo do seu computador para o sistema, deixando nas suas condições.

Podemos ver abaixo alguns Plugins bastantes usados:

  • Slides
  • SEO
  • E-commerce
  • Redes sociais

Menu Layout

Layout, temos ele como um dos menus mais legais de se trabalhar, podendo usar Templates (temas) para alterar a estrutura do seu blog dando um visual mais bacana a ele. Também facilita muito na hora de modificar o blog, pela sua forma inteligente de separar os conteúdos na aparência do tema. É preciso baixar e ativar algum tema no “menu Layout”, portanto, modificando completamente a aparência do blog. A outras formas de fazer este processo, como importar temas arquivados em seu computador e compactá-los e ativá-los. Sistema de gratuitos e pagos funciona como o dos Plugins, vem de você escolher o mais adequado ao seu blog.

Dica:

A facilidade e qualidade do WordPress não á o que questionar, com tantas versões novas e quantidade de pessoas envolvidas reforçando cada vez mais o projeto, só tem a melhorar. Com muitas opções de temas, WordPress da muito mais liberdade para deixar seu blog com sua cara. Para outros recursos e finalidades temos os Plugins dando liberdade para baixar e ativar diversos tipos de Plugins. Além dessas características, WordPress fornece diversos outros tipos de recursos, todos muitos simples de se trabalhar. Então faça seu teste com WordPress para seu blog e seja mais do projeto.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Instalar pixel no Facebook

O pixel do Facebook é uma ferramenta de analise que permite medir a eficiência do seu anúncio. Você pode
instalar pixel no Facebook para entender as ações que as pessoas estão realizando no seu site e assim alcançar o seu público.

Passo a passo para instalar o pixel no seu site.

Em primeiro lugar você deve acessar o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads — para isso você precisa ter uma conta no Facebook. Já no menu principal, selecione a guia Ativos e a opção Pixels. E caso você for marinheiro de primeira viajem, o Facebook disponibiliza uma breve explicação sobre o recurso, clique no botão “Criar um pixel”.

Logo em seguida dê um nome o pixel e procure escrever algo relacionado ao seu negócio e com seus anúncios no Facebook Ads. Leia os termos co muita atenção e clique em Avançar.

O Facebook oferece a integração do seu pixel com muitas plataformas, o que viabiliza a instalação dele no seu site.
Clique em “Usar uma integração ou gerenciador de tags” e confira se há disponibilidade para alguma que você utilize.

Caso não haja, você pode Instalar manualmente por conta própria ou enviar por e-mail as instruções para
que possa fazer isso por você. Você precisa copiar e colar o código nas suas páginas de acordo com as
instruções que o Facebook vai exibir. No final do processo será possível verificar o status do pixel
para saber se foi instalado com sucesso.

O que fazer depois da instalação do pixel

Com o pixel já instalado, ele aparecerá listado na mesma página guia Ativos » Pixels, que citamos acima.
Acessando os detalhes do pixel você poderá ver todas as atividades comportamentais dos usuários,
e configurar ações que representam uma conversão e a partir disso criar um público personalizado
para usar nas suas campanhas.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Os gerenciadores de conteúdo mais usados.

Manter na web um site que será abastecido com conteúdo constante não é uma
tarefa complicada. Atualmente, há vários serviços de armazenamento e hospedagem,
garantindo agilidade, segurança e estabilidade de fácil acessível para a sua página.
Conheça os gerenciadores de conteúdo mais usados.

1° WordPress

Uma das principais plataformas de blogs atualmente, respeitado pelo seu
CMS ( Content Management System ), com base em PHP. Ele é gratuito,
e repleto de recursos extras, utilizado por muitos sites grandes.
O CMS demanda incrementos extras na segurança, algo que você precisa
ficar de olho sempre quando mantém sites na web.

2° Joomla

Joomla talvez o principal rival do WordPress quando o assunto é sistemas de gerenciamento
de conteúdo, o Joomla figura como uma das principais alternativa deste mercado.
Ele também se destaca nas diversas aplicações que podem incrementar o funcionamento
e os recursos da página, e armazena conteúdos em diversas linguagens distintas.

3° Drupal

Ele funciona com base em vários módulos que podem ser plugados entre si para colocar
uma página e seu conteúdo no ar. Além disso, gerencia vários níveis de conteúdo,
permitindo um alto nível de personalização conforme as necessidades do usuário.
Ele também se destaca pela ampla e atuante comunidade, algo útil na hora de
resolver problemas.

4° Radiant

O Radiant é um tema baseado em Ruby e indicado para projetos menores. Ele conta com
uma linguagem própria para a criação de templates, semelhante ao HTML, oferecendo uma
quantidade interessante de plugins, extensões e layouts, criando um ambiente fértil para a
criação de páginas na web. O Radiant oferece um sistema simples e versátil.
Tudo oferecido de forma flexível e gratuita.

5° TextPattern

O TextPattern é uma excelente opção para quem prima pela simplicidade, um dos,
os gerenciadores de conteúdo mais usados e popular entre designers. Isso significa
que as criações feitas com este sistema de gerenciamento de conteúdo são leves e
carregam rapidamente. TextPattern está repleto de recursos úteis para incrementar
a criação de conteúdo e a manutenção de uma página na web.

Leia mais
Consultoria E-commerce

5 primeiros passos para seu site aparecer no Google

A Plataforma para loja virtual é responsável pelo gerenciamento e visualização da loja virtual.
E vamos mostrar os 5 primeiros passos para seu site aparecer no Google como:  Criação e gerenciamento.

A  escolha de uma plataforma

A difícil escolha de uma plataforma para loja virtual que seja adequada
ao perfil do negócio é um dos passos mais importantes para o sucesso de
uma loja virtual.
A decisão certa ou errada, pode ser a chave para o sucesso ou o fracasso.

Tenha muita atenção aos 5 primeiros passos para seu site aparecer no Google e não pense que no
meio do caminho seja simples o processo de troca de plataforma.
Portanto invista seu tempo e conhecimento na fase inicial, a escolha do sistema.

Enviar um sitemap de seu site ao Google

Primeiramente que é um sitemap?

Sitemap é um arquivo que lista todas as páginas já criadas e que está ativas em seu site com a data
da ultima atualização, frequência das alterações da página URL’s relevantes.
Atuando como um mapa de todo o seu site.

Para criar seu sitemap você pode usar muitas ferramentas grátis, usando apenas a URL do seu site
e o processo é feito automaticamente.
Experimente essas ferramentas que já foram testadas e aprovadas:

– Online XML Sitemap Generator Free Online
– Google (XML) Sitemaps Generator
– XML Sitemaps Generator

Criar uma conta no Google empresa

Para criar uma página para sua empresa no Google+ escolha uma categoria na qual seu negócio se adéqua
como lugar, produto, marca, empresa, etc.
É muito importante que você preencha os dados corretamente na sua página, para que seus seguidores e
potenciais clientes possam te encontrar mais facilmente na rede social.

Configurar uma meta name e meta descrição em seu site

Existem algumas técnicas para o seu site aparecer no Google, e duas delas são essenciais: a criação de títulos de
páginas precisas e a utilização de Meta Tag descritiva. A Meta Tag nada mais é que o resumo do texto que irá
na página do seu site, contendo as palavras-chave.

É muito importante que o titulo do conteúdo que você ira desenvolver para o seu site seja muito bem pensado.
Ele deve transmitir o que o seu público alvo procura, de forma simples.

Criar uma fãnpage do Facebook para sua empresa

O Facebook tem mais de 70 milhões de usuários cadastrados no Brasil, sendo que o país possui um pouco mais
de 90 milhões de pessoas que acessam a internet todos os dias, estima-se que de cada 5 internautas,
4 tem cadastro na rede social.

Crie um perfil para se conectar com seus amigos. Uma Página serve para mostrar o seu negócio, conseguir fãs
e interagir com eles, pois criar uma Página no Facebook é muito fácil e gratuito.
Páginas permitem um número ilimitado de pessoas que você pode adicionar.
Os perfis pessoais têm um limite de 5.000 amigos. Com as Páginas você pode adicionar um número ilimitado
de pessoas que podem se tornar futuramente em potenciais clientes.
Os perfis ainda contam com as informações pessoais, como fotos de aniversários de família ou de seu animal
de estimação. Nas Páginas, há somente conteúdo estratégico sobre seu negócio.

DICA: Não misture conteúdo pessoal com profissional, você corre o risco de afastar os seus clientes em potencial.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Como vender no instagram?

O Instagram não foi criado para ser uma plataforma de vendas. No entanto, muitos empreendedores de pequeno porte acharam um jeitinho de como vender no instagram  e se comunicar com os seguidores por meio do aplicativo. O Instagram é uma excelente vitrine com um poder de envolvimento dez vezes maior que o próprio Facebook.

Já imaginou em poder ver uma roupa de sua marca ou blogueira favorita que você gostou no Instagram e imediatamente clicar e comprar? O Instagram está testando essa possibilidade, mas, enquanto isso não
chega para todos, vamos tornar esse caminho mais ágil com algumas dicas de como vender pelo intragram.

Organize-se

Antes qualquer coisa, você precisa se certificar de que está preparada para tal tarefa. Como enviar o produto para todo Brasil? Quanto vai custar o envio? como vai receber os pagamentos? Depósito em conta ou intermediadores de pagamento? Quanto tempo vai levar para o produto chegará até o cliente? De que maneira vai atendê-lo? Pelo inbox do Instagram, WhatsApp, e-mail?
O consumidor é exigente, por isso e importante se preparar antes de colocar qualquer coisa para vender, para não arruinar seu negócio logo no início.
Responda rápido todas as perguntas do cliente para passar confiança a ele. de preferencia aos pagamentos por meio de um intermediador. As pessoas não sentem segurança em efetuar depósito na conta de pessoas físicas.

A foto é a alma do negócio

O Instagram é uma rede social de imagens. A foto é o principal chamariz do seu produto. No Instagram ela deve atrair e chamar a atenção do cliente. Faça fotos com fundo de lugares bonitos que chame a atenção.
Poste varias fotos ou vídeos na mesma publicação. O cliente gosta de olhar varias fotos do produto antes de comprar, por esse motivo, além da foto principal, poste imagens mais detalhadas do produto.

Cuide dos detalhes

A descrição do seu post deve ficar bem claro que aquele produto está à venda. destaque o preço, os tamanhos e cores disponíveis. destaque se há alguma promoção, o código promocional e quanto tempo vai durar. A promoção pode vir estampada na própria imagem do produto para chamar mais atenção dos seguidores.

Link na bio

O único lugar onde você consegue colocar um link clicável no Instagram é na sua bio. Não desperdice esse espaço valioso.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Quais os emojis mais usados no Facebook

Saiba quais os emojis mais usados no Facebook, e acredite ou não, existe até uma data
que se comemora o Dia Mundial do Emoji no dia 17 de julho  que está marcada em um calendário
no card de opções que ilustra a comunicação online. Pensando nisso em homenagem à data,
o Facebook e o Messenger divulgaram quais emojis são os mais utilizados pelos usuários
das redes sociais mundialmente.

 

O nascimento do emoji

O Japonês Shigetaka Kurita, criou seu primeiro emoji ainda no meio da década de 90.
Funcionário da empresa japonesa de telefonia NTT Docomo, Kurita percebeu a dificuldade de se
expressar via email. Shigetaka explica que antigamente utilizávamos cartas e elas eram longas e muito
detalhadas, cheias de saudações e expressões muito formais para transmitir  as nossas boas intenções.
Todavia, com a chegada dos emails, a consistência nos textos foi perdida gerando o duplo sentido e más interpretações. E pensando nisso que ele resolveu criar seu primeiro rostinho amarelo para demonstrar
um sentimento.

Qual a utilidade dos emojis?

Os emojis são usados pelas pessoas basicamente para quatro funções:
1-Demonstrar uma emoção de maneira mais simples
2-Suavizar uma notícia ruim
3-Aliviar tensões por meio do humor
4-Comunicar algo que precisam de muitas palavras para explicar

Ficou comprovado que, diariamente, são usados cerca de 60 milhões
de emojis no Facebook e 5 milhões no Messenger. Em primeiríssimo lugar
o queridinho dos usuários de ambas as redes nos últimos 30 dias foi o
Sorriso com Lágrimas de Alegria. Em segundo e terceiro lugar ficaram o
Sorriso com olhos de coração e mandando beijo de coração, em ordens
variadas no Facebook e no Messenger. Já no Brasil, o mais utilizado
no Facebook é a figura de nome Sorriso com olhos de coração.
Já no Messenger, os que tem corações em sua imagem são os mais
usados por nós os brasileiros.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Versão teste do WhatsApp Business chegou

Há tempos o Facebook vem testando novas formas de monetizar seus aplicativos, e o WhatsApp
Business é sua próxima aposta. Versão teste do WhatsApp Business chegou é focada no mundo
corporativo e traz soluções profissionais, e será usada somente por contas verificadas. Com o novo app
terão mais facilidade na comunicação, enviando links, textos, imagens entre outros em uma só mensagem.

O serviço de tradução simultânea será fornecido, simplificando
o dialogo entre pessoas com idiomas diferentes. A versão beta
está em andamento e chegará para pequenas empresas
gratuitamente. Já para as grandes, será cobrada a assinatura
na qual os valores e condições não foram divulgadas ainda.

O app vai estar disponível na Play Store, mais uma novidade é o suporte técnico telefônico, para que
as empresas forneçam este número a seus clientes e fornecedores, não havendo a necessidade de
divulgar seus números particulares. O usuário do WhatsApp Business pode continuar usando seu
próprio WhatsApp à vontade, mantendo os dois aplicativos instalados em seu dispositivo.

Seu design é parecido com o tradicional, tudo para garantir o uso intuitivo. Ícones para a câmera,
conversas, status e ligações permanecem na versão corporativa, trazendo algumas mudanças em suas
Configurações. Agora app fornece estatísticas para as empresas acompanhar a quantidade de mensagens
trocadas entre seus colaboradores, e um sistema de analise será implantado em breve.

Você vai ter a opção de escolher uma “away message”, que é como uma resposta automática para quando
você não estiver disponível no momento. A pessoa que tentar contactar você, vai receber uma resposta
personalizada configurada por você, todo o conteúdo enviado nos chats poderá ser lido pelo administrador
da rede.                                                                                                                                                                                              Essa particularidade é similar ao que já ocorre em trocas de mensagem ou e-mail empresarial atualmente.

A versão beta do WhatsApp Business já está disponível na loja de aplicativos do Androide, mas somente
aparecerá aos inscritos no programa de testes.  inscreva-se aqui Clique no link.

Leia mais
Consultoria E-commerce

WhatsApp para empresas será lançado em breve

WhatsApp para empresas será lançado em breve, o aplicativo que será o canal de
comunicação de empresas com seus consumidores e uma solução para as grandes e
pequenas companhias.

“O WhatsApp simplificou a comunicação para as pessoas no mundo todo. Agora,
queremos aplicar a mesma abordagem ao levar negócios ao WhatsApp de maneira que
crie valor para as pessoas. Estamos entusiasmados em tornar possível conectar pessoas
à empresas de maneira rápida e pessoal”, diz Matt Idema, diretor de operações do
WhatsApp, em nota.

WhatsApp para empresas será lançado em breve

Estará disponível em dois formatos:
um será o WhatsApp Business, voltado a empresas pequenas;
e o outro no formato enterprise, para grandes companhias, que
operam em larga escala como sites de e-commerce, grandes
varejistas, companhias aéreas e bancos. Essa versão contará
também com o selo de verificação para perfis de empresas,    
aparecer vai  que ao lado do nome do contato em sua agenda do celular.

Política de privacidade

Em agosto de 2016, o WhatsApp já havia atualizado a sua política de privacidade para iniciar
os testes da versão corporativa, que foi anunciada em janeiro do mesmo ano.
Na época o WhatsApp deu dicas de que deveria adotar uma estratégia parecida àquela que
vem fazendo o Facebook Messenger – as empresas podem enviar mensagens de alerta para os
usuários compartilhando informações sobre entregas de pedidos, recibo de produtos, dentre
outras, em vez de propaganda.
A mudança é uma forma de capitalizar o WhatsApp. Comprado pelo Facebook em 2014 não gera
receita atualmente, pois não permite anúncios e deixou de cobrar US$ 1 por ano de cada usuário
em janeiro de 2016.

WhatsApp para empresas será lançado em breve, mas a ideia é disponibilizar
o WhatsApp para empresas ao mercado nos próximos meses, o aplicativo de
mensagem avaliará seo sistema é confiável, pois ainda esta em fase de testes.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Como vender pelo Facebook?

Antes de qualquer coisa e preciso definir exatamente o que você realmente pretende fazer.
Porque vender pela internet no Facebook? Bem, Facebook é a maior rede social do mundo, tem mais de 1.28 bilhões de usuários ativos por mês e dentre esse usuários pode haver muitos cliente em potencial a sua espera!

Selecionamos algumas dicas de Como vender pelo Facebook que consideramos válidas para você que pretender iniciar no Facebook com o objetivo de vender.

Definir seus objetivos é o primeiro passo

Antes de qualquer coisa, é importante deixar bem definido o que você pretende fazer.
Vender um produto novo? ampliar as vendas de uma produto que já está no mercado?
Atrair clientes? fidelizar clientes? Essa são as perguntas fundamentais que se precisa
fazer, para um bom resultado.

Traçar uma estratégia
Para isso você vai precisar alinhar questões como: de que maneira vai se dirigir ao
público, que tipo de mensagem terá mais chances de obter  sucesso, o que vai ser
preciso oferecer ao cliente em potencial se interessar pelo seu negócio é ir até à sua loja etc.

Catalogar e definir as ferramentas a serem utilizadas
Hoje ha uma infinidade de ferramentas que podem ser utilizadas no Facebook, como recursos
da própria rede, como fotos, vídeos, eventos etc., como instrumentos que podem fazer parte,
como aplicativos. Nem tudo funciona para todo tipo de negócio, porém uma escolha errada
ao definir as ferramentas pode acontecer de colocar todo seu trabalho a perder.

Aprenda a usar o Facebook Ads

O Facebook resolveu investir em ações de rentabilização. Isso vem gerando contantes mudanças
em seu algorítimo e, está cada vez mais difícil engajamento sem investir em anúncios
na rede, por isso aprenda a trabalhar com Facebook Ads.

Facebook for Business

Esse link também é  importante para ter salvo é do Facebook Business. Ele junta todas as
soluções da rede para negócios, a página mostra dicas e também casos de sucesso.

Agora que já sabe como vender pelo Facebook é só colocar seus planos em ação e, boas vendas!

Leia mais
Consultoria E-commerce

Como gerar curtidas relevantes no Facebook

Como gerar curtidas relevantes no Facebook, como eu vou fazer isso?
Bom, pensando nessa fase inicial vamos a algumas formas
de você ganhar curtidas relevantes. Seja muito autêntico na hora da
descrição das publicações, todas as descrições das publicações não devem ter
cópias, pois os textos copiados geram conteúdo em duplicidade.

Palavras-chave também devem ser usadas, principalmente nas 18 primeiros
caracteres, o Google utiliza o início do texto para formar o título e a descrição
na ferramenta de busca.

Convide pessoas próximas para curtir a página  

No inicio é trabalhoso  gerar curtidas relevantes no Facebook, mas o ponto de partida pode ser seus amigos, funcionários e os familiares.
Aproveite para pegar o feedback destas pessoas sobre o que estão achando da página.
Sugestões e criticas são fundamentais neste momento.
Se sua empresa já tiver um bom púbico em outros canais como blog ou Twitter, é bom informar a criação da página no Facebook.

provavelmente serão curtidas mais fáceis, pois conhecem a empresa e já
a seguem, portanto a mais chances de curtir sua fan page e estreitar ainda
mais o seu relacionamento.

Trace uma meta e um objetivo sobre sua pretensão com a página,
tendo em foco principal o público-alvo que pretende atingir.

São frequentes as notícias, fatos e curiosidades entre os usuários no Facebook.
Por isso, é preciso se destacar entre tantas informações, vale o destaque para
conteúdos valiosos.

Publicações regulares são importantes

É importante tenha uma regularidade nas postagens. É fundamental que se
conheça os hábitos do seu público para ter uma noção sobre o momento em
que eles acessam o Facebook.

Ainda que o Facebook seja utilizado com seriedade para os negócios,
os usuários geralmente usam a rede em um momento em que estão mais
tranquilos e querem relaxar possibilitando usar uma linguagem mais informal

Para impulsionar uma publicação, é só clicar no botão que fica à direita
de cada post. Para que o anúncio tenha bons resultados use seus melhores posts.

Acompanhe os resultados

É importante que você avalie os resultados da página para saber o que realmente
vem dando certo e o que precisa mudar. O Facebook é uma ferramenta excelente
para isso por que, ele dispõe de métricas com o Facebook Insights, que dispõe que
você faça uma analise precisa.

O número de curtidas da sua página também dizem muito a respeito dos resultados,
pois esse o nosso objetivo. O Facebook fornece quantos seguidores sua página conquistou
em certos períodos, facilitando analisar as ações que foram feitas neste período e que
podem ter contribuído para os bons resultados.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Perfil ou fanpage – Facebook

Muitas pessoas tem essa duvida, perfil ou fanpage – facebbok
nesse post você saberá como e quando usar perfil ou fanpage no Facebook
O Facebook é uma das redes sociais que mais se dedica a serviços
para os usuários, seja comum ou empresarial.

PERFIL: – Para usuário não comercial

O perfil do Facebook foi criado exclusivamente para os usuários se
conectarem com seus amigos, contém informações pessoais e
compartilharem suas histórias. Cada usuário deve ter apenas uma conta
o objetivo dessa página deve ser basicamente social. Não crie um
perfil pessoal da sua empresa, você pode ser banido do Facebook.

O perfil pessoal permite você participar de grupos, novidades, mudanças,
incluir sua biografia e inclusão de fotos em destaque.

FANPAGE: Para uso comercial

Fanpage é a página da sua marca. Ela possui um apelo comercial, ou seja,
é feita para divulgar a sua empresa, a sua organização ou prestação de serviços.
Seu principal objetivo é gerar relacionamento com o seu target (alvo).
A fanpage lhe proporciona ferramentas para vender produtos dentro do
Facebook. Você pode também usar os aplicativos para fazer um conteúdo de
acesso exclusivo para pessoas que já curtiram a sua página.

» Na fanpage você tem FÃS e não amigos.
» Marcas verificadas possuem um selo

Por que ter uma página verificada?

1- Aparecer primeiro nos resultados de busca para atrair mais visitantes
2- Tenha o selo na sua página para que os visitantes tenham a certeza que sua página é autentica.
3- Obtenha acesso antecipado a novas funcionalidades.

*Selo Azul = Figura pública, empresa de mídia ou marca.
*Selo Cinza = Empresa, negócio ou organização.

Vamos fazer um comparativo Perfil ou fanpage – Facebook

DIFERENÇA –

Leia mais
Consultoria E-commerce

Impulsionar publicação orgânica no Facebook

Neste post vamos dar algumas dicas simples para você impulsionar publicação orgânica no Facebook. Primeiramente entenda o que é a publicação orgânica:
É o número total de pessoas que viram suas publicações por meio de uma
distribuição não paga.

Se você almeja ganhar mais audiência é preciso dar às pessoas algo o que falar. sugira um assunto que faça seu público se sentir vontade para interagir. Ao se aproximar do seu público você abre novos horizontes de interação e aumenta o seu alcance orgânico.

Imagens ajudam muito no relacionamento com o usuário. O Facebook é uma rede visual, se suas publicações estiverem provocando reações e interações positivas você está nos trilhos certos para aumentar o seu alcance orgânico.

Fique atento a frequência de postagens, uma ou no máximo duas vezes por dia durante a semana em especial na quarta-feira entre os horários das 13h às 17h são os mais movimentados com pico às 15h. É suficiente para o engajamento,  preserve a quantidade de postagens no Facebook.

Mantenha essa frequência de posts  e  explore o mundo de novidades em seu nicho de mercado envolvendo as pessoas com seus serviços e produtos.
Para otimizar o tempo você ainda pode contar com as publicações programadas dentro da própria plataforma do Facebook.

Vídeos produzem muito mais engajamento e alcance que postagens com apenas textos. Não há necessidade de produções hollywoodianas, mas tenha cuidado com a qualidade dos videos no modo geral.

Vale ressaltar também que para Impulsionar publicação orgânica você também precisa explorar os temas do momento relacionando ao seu nicho de mercado.                                                                                                         Impulsione suas campanhas orgânicas de maior engajamento e alcance, melhorando ainda mais a interação com o público do seu segmento.

E para finalizar:

Seja qual for a sua estratégia, conteúdo de qualidade é o fator mais importante para aumentar o alcance  orgânico.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Qual a melhor forma de pagamento para uma loja virtual.

Com os brasileiros cada vez mais comprando pelas lojas virtuais, é ideal que sua empresa trabalhe com formas de pagamento online efetivos.
Encontrar a maneira correta de oferecer a possibilidade de pagamento adequado para seu cliente pode ficar um pouco confuso, entendendo as necessidades da sua empresa e as exigências do seu cliente facilitará esse processo.

O consumidor não esta procurando apenas o preço baixo, o consumidor também busca segurança e confiança em suas compras online.  A escolha de compra do cliente pode estar na escolha da forma de pagamento mais comodo e seguro para ele!
Para que você saiba qual a melhor forma de pagamento para uma loja virtual, a primeira coisa a ter consciência que não existe um melhor ou pior método de pagamento. Privacidade do pagamento, taxas de serviço, e credibilidade do pagamento são alguns fatores iniciais que levadas em conta sua escolha.
Veja algumas dicas a seguir para decidir a melhor opção para o seu negócio!

1. Entenda seus clientes

Estudar seu clientes para saber de que maneira eles preferem pagar pelos seus produtos. Se eles preferem parcelar suas compras, se os seus clientes são usuários seguros a fornecer seus dados na internet.
Não adianta pensar em um forma de pagamento que custará pouco para sua empresa se o seu clientes não tem o costume ou não se sente seguro em usá-lo. Conheça o histórico de como seus clientes se comportam no fechamento de suas compras, isso facilitara sua escolha.

2. Conheça seu serviço

Você precisa de acesso rápido ao dinheiro para fornecer o seu serviço, o seu volume de vendas, se você tem possibilidade de estocar seu produto até que o pagamento seja confirmado. Apos implantar um método de pagamento online, entenda a dinâmica do seu serviço para que não ter surpresas futuras em seu fluxo de caixa.

3. Pesquise as taxas de cada método

E muito importante pesquisar as variedades de taxas e custos associados a cada forma de pagamento.
Isso é incluído no custos de instalação, manutenção, mensalidades, taxas por transação, e ai por diante.
Por isso a importância de você analisar qual instituição financeira que vai te oferecer o melhor custo/benefício
antes de tomar sua decisão!

Opções de pagamento online

As principais formas de pagamento online no e-commerce brasileiro são o cartão de crédito, boleto bancário e o PayPal. O cartão de crédito é o mais usado, permite parcelar as compras e tem a compensação do pagamento mais rápida. Porém, o repasse do valor é demorado e a instalação pode vir a ser burocrática. Temos também o boleto bancário, bastante usado no Brasil, por ser considerado mais seguro pelos clientes o cartão de credito possui as menores taxas. No entanto, sua confirmação do pagamento é lenta. Já o PayPal  bastante usado no mundo, ainda uma novidade no Brasil. Com o paypal você pode sacar o pagamento realizado a qualquer momento, porem sua taxas podem ser maiores que as das outras opções de pagamento.

Leia mais
Consultoria E-commerce

O que é Paypal e como funciona?

Muitas pessoas ainda tem medo de fazer compras pela internet, e de usar
intermediadora de pagamento. O paypal vem para mostrar que e seguro e confiável
fazer uma compra ou venda pela internet. Vamos tentar explicar de modo que você
entenda o que éPaypal e como funciona.

Para quem ainda não conhece o PayPal, e uma intermediadora de pagamentos on-line
simples e segura de usar, basta criar uma conta gratuita no sistema, informar os
dados de seu cartão de crédito, Visa ou Mastercard, é possível também cadastrar uma
conta bancária do HSBC, Itaú, Santander e Citibank para compras em sites brasileiros.
Somente o usuário do programa vai ter acesso a informações do cartão de crédito e da
conta bancária, nem mesmo o vendedor vai ter acesso a essas informações. Outras garantia que o
usuário tem e que, se ele não receber o produto, ou, algum pagamento indevido, o cliente terá
seu dinheiro reembolsado.
Em sites brasileiro as compras são gratuitas, mas já em site do exterior haverá cobrança, devido a
conversão da moeda ou imposto.

Você pode usar as seguintes formas de pagamentos, Cartão de credito, Saldo paypal,
pagamentos com a conta bancaria e cartão pre pagos. O PayPal ainda não trabalha com a opção
de pagamento via boleto bancário. Em um futuro próximo, essa opção será incluída nas formas
de pagamento, facilitando ainda mais as suas compras e vendas.
Com a sua conta já criada, você pode melhora seus negócios, recebendo dinheiro,
de vendas, pagamento de serviços, com o dinheiro em sua conta, você realiza
pagamentos por meio de débitos.

O paypal se destaca logo que é aberto, na primeira tela, aparecerá as últimas transações
realizadas em sua conta, isso para quem precisa fazer uma consulta rápida sobre algum pagamento
que não lembra o destinatário, caso queira olhar com mais detalhes os pagamentos e recebimentos
da conta, basta tocar em “Exibir tudo”. Para os consumidores on-line, ter uma conta no Paypal é
extremamente vantajoso e agora que já sabe o que é paypal e como funciona, é só se cadastrar e
fazer suas compra com facilidade e segurança.

Leia mais
Consultoria E-commerce

Estratégias de conteúdo para e-commerce

Conteúdo para e-commerce

O raciocínio que baseia a estratégia de conteúdo para e-commerce
é apresentar o máximo possível de informações sobre o assunto, o negocio,
o nicho de mercado, os meios de pagamentos, e explicar o que
for necessário, par que a pessoa não tenha de sair do ambiente
da loja. Quem compra quer ter um capricho, ter gente para ”arrumar
a vitrine”, preparar tudo para vender. Quando as vendas estão fortes,
porém, esse tipo de preocupação fica em segundo plano. Com o
amadurecimento do mercado, esses aspectos ganham importância.

Vamos começar com base em 4 pilares que são:

–CONTEÚDO SEMÂNTICO: é aquele que descreve o produto ou loja
virtual como são realmente. São usados nas paginas dos produtos,
com informações técnicas como tamanho, peso e medidas. Também
descrevem funcionalidades, por exemplo, ”ideal para casa de praia
ou campo”. O conteúdo semântico também é o que descreve
características das lojas virtuais. As paginas de ”Quem somos”, ”Como
comprar”, ”Política de privacidade alguns exemplos de páginas especias.

–CONTEÚDO SOCIAL: é aquele que faz que o consumidor encontre a
loja no momento em que esta sobre algum assunto relacionado àquele
produto. Uma loja de artigos de peca, por exemplo, pode publicar
conteúdo social em seu blog que fala sobre uma viagem ao pantanal ou
a uma exposição de barcos, por exemplo.Mantenha uma proporção de 70/30.
Publique 70% (setenta por cento) de conteúdo informativo útil ao leitor e
30% (trinta por cento) de conteúdo comercial, chamando o leitor direto para
a pagina do produto da loja virtual.

–CONTEÚDO VISUAL: são as fotos dos produtos, os videos demonstrativos,
os banners das ofertas e das paginas de categorias e os selos e certificações
que a loja virtua tem. As imagens dos meios de pagamentos (bandeiras de
cartões de crédito, bancos e boletos bancários, por exemplo), também são
conteúdos visuais.

–CONTEÚDO COLABORATIVO: também chamado de conteúdo 2.0, ou conteúdo
gerado pelo consumidor, são depoimentos, opiniões, comentários e avaliações
feitas pelos consumidores e que a loja virtual deve, de alguma forma, concentrar e
disponibilizar para que ajude outros consumidores a se decidirem pela compra.

Ao seguir essas estratégias de conteúdo para e-commerce você consegue
resultados constantes que garantem posicionamentos nos mecanismos de busca
para sua empresa.

Leia mais
Consultoria E-commerce

SEO conteúdo, quantidade e qualidade

SEO conteúdo, quantidade e qualidade, a informação disponível
deve ser suficiente. Não ache que o conteúdo do fabricante ou do
fornecedor basta. Muitas lojas virtuais oferecem na pagina de
informações do produto nada mais do que a descrição que aparece
na nota fiscal. Não é a maneira que um website vendedor deve se portar .
Outros usam o ”copiar e colar”, o que é ainda pior, pois pode trazer
erros de grafia, concordância, faltando pedaços e além disso,
lembe-se de que o Google não gosta de conteúdos copiados.
É preciso se diferenciar, no SEO conteúdo, qualidade e quantidade,
dar personalidade, envolver o leitor, descrever quase que poeticamente
e oferecer mais do que simplesmente informações técnicas.

Com o aumento nos custos das mídias digitais, o conteúdo será, cada vez
mais, uma parte importante da venda de produtos e serviços online.
O raciocínio que baseia a estratégia de conteúdo é apresentar o máximo
possível de informações sobre o assunto, o negócio, o nicho de mercado,
os meios de pagamentos , e explicar o que for necessário, para que a pessoa
não tenha de sair do ambiente da loja. Quem compra quer informação  e
precisa sentir-se confortável. É preciso ter capricho, ter gente para
” arrumar a vitrine”, preparar tudo para vender. Quando as vendas estão fortes,
porem, esse tipo de preocupação fica em segundo plano. Com o amadurecimento
do mercado, esses aspectos ganham importância.
Os pilares para esses conteúdos são:

⇒ Conteúdo Semântico
⇒ Conteúdo Social
⇒ Conteúdo Visual
⇒ Conteúdo Colaborativo

  • Para se entender melhor sobre essa estrategia
    sobre SEO conteúdo, quantidade e qualidade leia mais em eyagencia.com.br
    outros post relacionados a SEO.
Leia mais
Consultoria E-commerce

Separamos alguns livros de ajuda para o e-commerce

Para quem está iniciando no comercio eletrônico, é primordial seguir com uma opção de estudo,
seja cursos, ou até mesmo alguns livros, então nossa equipe está disponibilizando aqui,
alguns livros de ajuda para o e-commerce, esperamos que ajude nos seus estudos sobre o E-commerce:

1- Nossa lista inicia com o excelente livro “Gerente de E-commerce” do Mauricio Salvador
O livro é uma base completa de toda operação de e-commerce, amplamente estudado, o livro descreve toda uma operação de e-commerce, por profissionais de cada área, lojistica, contabilidade, ti, usabilidade, marketing digital, marketing social, estrategia, web analytics, SEO entre outras, o livro é indicado para o profissional que deseja operar um E-commerce ou entrar no setor de gestão de E-commerce.

2- Segundo livro, escolhemos “A loja de tudo“, que conta um pouco sobre a historia da Amazon,
A leitura é excelente pois trata da maior empresa de vendas online do mundo, a Amazon,
conta um pouco sobre a historia da empresa e como Jeff bezos geriu toda estrutura do E-commerce
que vende de tudo, você entenderá um pouco sobre como negociar no E-commerce.

3- Nosso próximo banco de estudos é o “Satisfação Garantida” a empresa é conhecida,
como um dos maiores e-commerce de calçados do mundo, mas não é ai que pressiona,
mas sim sua incrível Cultura interna adotada como um dos seus pilares,
eles chegam a pagar 2 mil dólares para seus funcionários, em fase de testes, desistirem da vaga.
O slogan da empresa é – Uma empresa que por acaso vende sapatos.

4- Não poderia faltar o grande da jogada, “Como o Google funciona” O livro conta um pouco sobre
as historias internas da empresa e como algumas ações simples posicionaram o Google no topo das empresas
mais lucrativas e de maior prestigio no mercado mundial.
Eric Schmidt e Jonathan Rosenberg contam segredos de ações e estrategias criadas e acompanhadas por eles
nos primórdios do Google. vale a pena cada dica!

5- Próximo da lista dos livros de ajuda para o e-commerce é o “Gestão de e-business e e-commerce”
O autor Dave Chaffey,  trás sua visão esclarecendo toda uma implementação de E-commerce
uma leitura obrigatória para um gestor de e-commerce ou webmaster de uma operação e-business.
ele fala sobre todos assuntos que englobam o E-commerce em uma linguagem técnica.
Cada abordagem com seus conceitos e teorias.

4- Se você está entrando no mercado online, você precisa ler o o “A Cauda Longa”
Simplesmente indispensável para todo gestor de e-commerce o livro aborda de forma clara, objetiva
e assertiva o conceito da cauda longa.
A maneira de se pensar no seu negocio como um nicho rentável, em meio a milhares de lojas virtuais,
O livro lhe explica como é esse conceito, e porque utiliza-lo, muito importante na briga de gigantes
no mercado online, principalmente na briga de cliques pagos o livro de Chris Anderson
“A cauda longa” é de fato um livro indispensável.

Boa leitura!

Leia mais
DESIGNED BY EyAgencialogo
Back to Top